sábado, 16 de outubro de 2010

Montanha de vida

Como explicar essa vida metonímica,não encontramos resposta dentro de nós,e é claro,muito menos fora? Bem, quem sabe a graça more justamente aí.Você se deita na cama,fecha bem os olhos e se lembra de algo bom que viveu. Viveu mesmo?Esquisito,mas tem a impressão de que aquilo não aconteceu com você,mesmo sabendo o quão absurdo é pensar isso.Fica mais um tempo lá parado refletindo sobre, e simplesmente não chega a nenhuma conclusão.Levanta-se para procurar distração e ao se olhar no espelho se questiona de quem seria aquele ser do outro lado.Sou o eu.Não,não sabe o que seu eu está  fazendo no lugar desta pessoa!E falando em lugar, onde está ?Mesmo sabendo que é sua casa,onde viveu toda a vida,parece não entender o que faz ali.Aquilo que era tão óbvio e normal passa a ser diferente e novo.Terrível sensação...só quer fugir,e como fugir se nem sabe quem é?Quer ir pra casa,mas já está nela!E quando a memória resolve dar pani?Coisas que aconteceram há pouco você já não "vê" com clareza,aumentando a sensação daquilo ter ocorrido com um outro alguém e não contigo.O incrível também é que toda essa  sensação parece ter começado quando você caiu no grande abismo da montanha da vida!Subiu tão alto,chegou ao topo,mas teve de ir em frente e se deparar com a descida.Embora,talvez você já tenha até acostumado com o vento em seu rosto enquanto caía,que agora mas parece uma leve brisa.Se pra isso existe nome,sinceramente,eu não o conheço...

3 comentários:

  1. gostei particularmente desse.O "grito" ao lado,o desespero,fiquei sem fôlego enquanto lia..parece que te tiraram o chão.

    Legal,
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A angústia da dúvida. É o que resulta no questionamento de sua própria realidade. A dúvida da falha, a tentativa da correção. Ótimo texto, muito bom mesmo, parabéns =D

    Carol, tinha perguntado de contato, faz alguns meses já, haha, mas postei no meu perfil. Desculpe pela demora.

    Abraços \o

    ResponderExcluir